Como revisar matemática para o Enem: 7 dicas infalíveis

Se você pretende tirar uma nota boa em matemática, é preciso se preparar e se esforçar para isso. Por isso, trouxemos 7 dicas infalíveis que, com certeza, melhorarão sua nota. Assim, confira aqui, com a gente, como revisar matemática para o Enem.

Conhece alguém que pode achar esse conteúdo interessante? Compartilhe!

Em 2022, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontecerá nos dias 13 e 20 de novembro. Nestes dois domingos, o estudante passará por uma verdadeira maratona de provas: 180 questões de múltipla escolha, divididas em quatro áreas do conhecimento (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática ) e uma redação.

Como esse pode ser um pesadelo para muitos, talvez você esteja se perguntando: como revisar matemática para o Enem? Esse é um ótimo questionamento, afinal, a matéria corresponde a 20% da nota total e, para algumas universidades, pode ter um peso até maior.

Portanto, para te ajudar neste aspecto, preparamos este texto. Aqui você verá quais assuntos mais caem na prova de matemática, dicas para os estudos e como funciona o cálculo da nota da prova. Assim, continue a leitura e se prepare para arrasar!

Como revisar matemática para o Enem
Saiba como revisar matemática para o Enem de forma eficiente com as dicas que trouxemos aqui!

Como funcionam as notas no Enem?

De início, antes de aprender como revisar matemática para o Enem, é fundamental entender melhor como funciona o exame. Afinal, sua avaliação não ocorre de uma forma muito simples. Desse modo, tanto para chegar a nota de cada prova, quanto para a nota final do estudante, algumas regras devem ser observadas.

Para evitar que o Enem seja mais justo com os conhecimentos que o aluno possui de fato — e não com a quantidade de acertos no exame — existe um método para as questões serem avaliadas. O peso de cada disciplina também pode variar por curso e IES. Para entender melhor, veja detalhadamente cada regra:

Teoria de Resposta ao Item (TRI)

Para chegar a nota de cada disciplina, é utilizada a TRI, que busca compreender o conhecimento do candidato e não apenas o número de acertos. Analisando quais questões estão corretas ou não, o Enem avalia se o estudante realmente sabe ou se chutou as respostas.

Com essa teoria, são observados três parâmetros:

  1. Discriminação: entende se o estudante possui domínio ou não sobre o que a questão pede;
  2. Dificuldade: analisa qual o grau de complexidade das questões;
  3. Acerto casual: através do padrão de respostas, o sistema compreende a probabilidade do aluno acertar as questões, localizando assim os chutes.

Média simples

Já para o cálculo da nota final do estudante (juntando cada área e redação), não tem muito segredo. Nesse caso, utiliza-se a média simples, ou seja, soma-se cada nota aferida com a TRI e divide por 5, que é o número de disciplinas.

Além disso, esse sistema é utilizado em muitos casos, dependendo da IES e do curso. O Prouni e o Fies, por exemplo, também operam desta forma.

Média ponderada

Se uma universidade quer valorizar disciplinas específicas na seleção dos estudantes, ela pode trabalhar de outra forma. Com a média ponderada, as provas podem ter um peso específico, isto é, algumas matérias valerão mais que as outras, dependendo de sua relevância para o curso selecionado.

Muitas IES trabalham com a média ponderada, pois neste sistema é possível chegar aos alunos que possuem uma base maior para cursos específicos. Dessa forma, quando pensamos em cursos de exatas, é comum que as Ciências da Natureza e a Matemática tenham um peso maior. Sendo assim, se você deseja entrar em um curso superior da área de exatas, é fundamental saber como revisar matemática para o Enem de forma eficiente.

Quais assuntos mais caem na prova de matemática?

Apesar de ter um conteúdo programático bem extenso — e contar com 45 questões — existem conteúdos que certamente irão estar presentes na sua prova. Nesse caso, são os assuntos mais gerais da matemática, que servem de base para outros e possuem aplicações mais perceptíveis.

Como a matéria é longa e o tempo é limitado, é preciso privilegiar alguns temas. É obviamente mais acertado focar nos que aparecerão em mais questões, mas afinal, quais assuntos mais caem na prova de matemática?

Para te ajudar neste ponto, veja a seguir nossa lista:

  1. Estatística;
  2. Funções;
  3. Geometria espacial;
  4. Geometria plana;
  5. Porcentagem;
  6. Razão e proporção (regra de três).
Como revisar matemática para o Enem

Como revisar matemática para o Enem?

Se você pretende tirar uma nota boa em matemática, é preciso se preparar e se esforçar para isso. Não dá para deixar essa importante disciplina de lado e achar que na hora da prova você irá lembrar os conceitos e fórmulas pedidos.

Independente do tempo que você tem disponível para estudar, temos 7 dicas que com certeza melhorarão sua nota. Confira agora como revisar matemática para o Enem:

1. Foque na concentração

Matemática é uma matéria na qual os detalhes fazem muita diferença. Um número, ou até mesmo uma vírgula errada, irá comprometer toda sua questão. É importante já começar estudando em um lugar silencioso, onde você poderá se desligar do mundo, para que no momento da prova você não se distraia com os outros estudantes.

2. Organize seu tempo

Independente de contar com 1 semana ou 1 ano para os estudos, seu rendimento será maior se você organizar o seu tempo. Criar uma rotina é fundamental para maximizar a aprendizagem, possibilitando focar nas matérias principais.

3. Decore algumas fórmulas principais

Não tem como; se você quer mesmo aprender como revisar matemática para o Enem, é preciso decorar algumas fórmulas! Se você focar nas matérias centrais, principalmente geometria, consegue aprender melhor algumas fórmulas. Dessa maneira, será mais fácil de lembrá-las!

4. Estude com provas anteriores

Além de ver as matérias, é fundamental ir para a prática e resolver exercícios. Para isso, nada melhor que estudar com provas passadas, dando possibilidade de você conhecer o formato das questões e os assuntos mais cobrados.

5. Preste atenção no tempo

Assim como as demais provas, o Enem tem horário para começar e terminar. Nesse sentido, ao estudar as questões antigas, se torna fundamental resolvê-las observando o relógio, para ficar pronto para resolver tudo no dia do exame.

6. Resolva suas dúvidas

A matemática pode ser, muitas vezes, bastante complexa. Assim, um erro comum de quem estuda é o de passar para a frente caso não entenda alguma parte da matéria, pensando em não perder tempo. No entanto, essa não é uma boa prática, afinal, mesmo que não entendamos, o assunto continuará na prova e ele pode, inclusive, ser um requisito para compreender outras questões.

7. Atenção para os assuntos que mais caem

Por fim, até aqui mostramos como revisar matemática para o Enem e também listamos os assuntos principais, que estão presentes em todas as edições do Enem. Contudo, se você conta com um calendário mais apertado, não tem como, deve priorizar algumas coisas em detrimento de outras. Portanto, manter o foco no que é certo pode significar muito no final!

Mais conteúdo sobre o ENEM

Corrigir simulados pode aumentar o seu desempenho no Enem

Um dos segredos para se dar bem no Enem e aumentar o seu desempenho é corrigir simulados e analisar os seus erros. Assim, essa é uma das estratégias que pode aumentar a sua nota e por essa razão, vamos te explicar agora como aplicá-la em sua rotina de estudos!

Estudar para o Enem em 2 meses: saiba o que priorizar

É possível estudar para o Enem em 2 meses e ainda conseguir a aprovação? Apesar do tempo limitado, é possível recuperar as horas perdidas e ainda garantir uma boa nota, mesmo começando da reta final. Duvida disso? Pois a gente te mostra como aqui, neste artigo!

Possíveis temas para redação do Enem 2022: 7 dicas atuais

Tentar descobrir quais os possíveis temas para redação do Enem 2022 é uma das coisas que “tira o juízo” de muitos estudantes. Mas, por mais que não tenhamos uma bola de cristal que mostre qual será o tema deste ano, é possível ficar bem preparado e não ser pego de surpresa! Quer saber como? Continue com aqui e veja quais os assuntos têm chances de figurarem na redação!