Estudar para o Enem em 2 meses: saiba o que priorizar

É possível estudar para o Enem em 2 meses e ainda conseguir a aprovação? Apesar do tempo limitado, é possível recuperar as horas perdidas e ainda garantir uma boa nota, mesmo começando da reta final. Duvida disso? Pois a gente te mostra como aqui, neste artigo!

Conhece alguém que pode achar esse conteúdo interessante? Compartilhe!

É possível estudar para o Enem em 2 meses e ainda conseguir a aprovação? Se você está começando agora sua rotina de preparação para a prova mais aguardada do ano, provavelmente está preocupado com a questão do tempo, acertei? Afinal, o Enem 2022 acontecerá nos dias 13 e 20 de novembro. Portanto, você tem que correr contra o tempo para recuperar os conteúdos que ainda não estudou. Porém, não se assuste quando falamos em “correr”, pois, apesar do tempo limitado, é possível recuperar as horas perdidas e ainda garantir uma boa nota, mesmo começando da reta final. Duvida disso? Pois a gente te mostra como aqui, neste artigo!

estudar para p Enem em 2 meses
É possível estudar para o Enem em 2 meses, desde que você use as técnicas certas. Assim, confira aqui quais são!

Não estudei, e agora?! É possível passar no Enem em 2 meses?

Em primeiro lugar, se você não conseguiu focar nos estudos até agora, não se desespere – ficar ansioso não vai te ajudar em nada neste momento, certo? Embora o ideal seja dispor de uma boa margem de tempo para se preparar, é possível sim estudar para o Enem em 2 meses! Tudo bem, tudo bem… Pode parecer coisa de louco, mas funciona (desde que você use as técnicas certas) e vamos te mostrar como jajá. Antes disso, porém, adiantamos que você vai precisar “arregaçar as mangas” e trabalhar bastante, pois quanto menos tempo você tem, mais ativo o seu estudo deve ser.

Dessa forma, a primeira coisa a fazer é entender esse período como “intensivão” para o Enem, beleza? Dessa maneira, você consegue usar o tempo ao seu favor e recuperar a matéria perdida até o dia da prova. No entanto, esses são apenas os primeiros passos (de muitos) que você deve dar rumo à aprovação.

Como estudar para o Enem em 2 meses?

Agora que vimos que recuperar o tempo perdido será um trabalho árduo, precisamos ser realistas: não dá para fazer em 2 meses o que deveria ter sido feito em 9 ou 10, certo? No entanto, não se desanime! Pois, além de realista, você também deve ser otimista e, em especial, saber otimizar o seu tempo! Nesse sentido, já que a ideia é fazer um “intensivão”, você deve concentrar os seus esforços na prática do estudo ativo.

E por quê? Simples: ao lançar mão do estudo ativo você interage com o conteúdo, isto é, participa do processo de aprendizagem. Dessa forma, o seu cérebro consegue reter melhor as informações vistas, economiza tempo nos estudo e diminui as chances de esquecer o que aprendeu. Aliás, tais técnicas possibilitam uma aprendizagem mais dinâmica, o que reduz o cansaço mental e evita a temível procrastinação.

Além disso tudo, a melhor parte é que são várias as opções de técnicas que podemos aplicar ao estudar para o Enem em 2 meses. Por isso, separamos as melhores estratégias de aprendizagem e como montá-las em um cronograma de 2 meses para o Enem. Vamos lá?

Como montar o seu cronograma de 2 meses para o Enem?

1º Passo: defina o seu objetivo

Para montar o seu cronograma você deve partir do seu objetivo. Em outras palavras, em qual curso você deseja entrar e em qual instituição de ensino. Definir essas duas respostas é importante pois, como sabemos, cada instituição atribui um peso diferente às áreas do conhecimento cobradas no Enem. Somado a isso, cada área assume um peso diferente de acordo com o curso. Assim, você deve montar o seu cronograma com base nessas duas informações, combinado?

2º Passo: foque nos assuntos que mais caem

Em seguida, você deve priorizar os assuntos que mais caem no Enem. Assim, mesmo que não seja possível adivinhar quais os assuntos que serão cobrados na prova, dá para se preparar com base nos temas que são exigidos com mais frequência. Nesse caso, a principal dica é conferir checklists sobre os assuntos que mais caem no Enem. Aqui, temos uma lista dos assuntos de Ciências da Natureza e Matemática, por exemplo, que vão te ajudar e muuuito a estudar para o Enem em 2 meses.

estudar para o Enem em 2 meses
Saiba o que priorizar faltando 2 meses para o Enem

3º Passo: saiba o que priorizar nesse tempo

Agora, chega de enrolação! Porque vamos conferir a seguir as principais dicas que te farão ser um estudante ativo e acelerar o seu aprendizado, mesmo começando na reta final. Portanto, caneta e papel na mão para anotar tudo e não deixar nada de fora!

1. Faça Simulados estilo Enem e provas anteriores

É fato: estudar para o Enem fazendo questões é uma das melhores técnicas de estudo ativo que há! Apenas aceite. Brincadeiras à parte, já que a ideia é estudar para o Enem em 2 meses, a prática de fazer simulados e provas anteriores é indispensável porque ajuda a:

  • Identificar dúvidas (respondendo as questões você saberá quais conteúdos precisa rever);
  • Estimular o raciocínio (pois você terá que formular pensamentos sobre diversas questões);
  • Gerir melhor o tempo de prova (pois você estará treinando para isso);
  • Aumentar a fixação do conteúdo (fazer questões constantemente vai te ajudar a lembrar dos conteúdos com mais facilidade);
  • Ter mais segurança no momento de fazer a prova real. (pois você já vai estar habituado ao tipo de prova);
  • Descobrir qual a estratégia de prova que funciona melhor para você. (Se faz a redação antes ou depois das questões, se começa pelas questões da disciplina que você tem mais afinidade ou não).

2. Pratique resolvendo questões

Além dos simulados, incluir a resolução diária de questões dentro no seu cronograma de 2 meses para o Enem é uma excelente estratégia. Por meio delas, você estimula o seu raciocínio e consegue aumentar a fixação do conteúdo, por exemplo. Nesse sentido, estudar para o Enem em 2 meses envolve praticar bastante respondendo listas de exercícios, combinado?

3. Aprenda com os seus erros

No entanto, tão importante quanto fazer listas simulados é analisar o seu desempenho neles. Na verdade, esse é o principal ponto que você deve priorizar nessa reta final. Isso porque, ao analisar o seu rendimento nas questões, é como se você tivesse um feedback sobre os seus pontos fortes e fracos – e isso é fundamental, sobretudo se você estuda sozinho. Em contrapartida, se você não faz isso, nunca vai saber onde precisa melhorar! Portanto, aprenda com os seus erros seguindo a linha fazer simulados e listas de exercícios – analisar e corrigir erros – refazer as questões erradas.

4. Aprenda mais rápido com mapas mentais

Já que a prova está chegando e você não tem mais tempo para ficar horas assistindo a videoaulas e lendo apostilas, os mapas mentais podem ser utilizados para acelerar o estudo teórico. Desse modo, se você ainda não estudou algum assunto, você pode pesquisar no Google os mapas mentais desse assunto para estudar de forma mais rápida, economizando seu precioso tempo. Ademais, essa técnica ainda te ajuda na memorização! Isso porque os mapas mentais são é um excelente modelo de resumo, por serem mais visuais e diretos ao ponto. Entretanto, não esqueça de complementar essa técnica com a resolução de questões.

5. Fuja do “branco” com Flashcards

Flashcards nada mais são do que cartões de perguntas e respostas – de um lado a pergunta e de outro a sua resposta. Apesar de simples, a ideia de usá-los na hora dos estudos (sobretudo nas revisões), é bastante eficaz quando o assunto é memorizar o conteúdo.

Só não esqueça…

Até que aqui foram muitas informações, não é mesmo? No entanto, cada uma dessas dicas é fundamental quando o assunto é estudar para o Enem em 2 meses, por isso, não podemos esquecer nenhuma. Falando nisso, há uma questão fundamental, que não podemos deixar de lado, que é a redação.

Portanto, já que dispomos de pouco tempo, você precisa, de início, ter noção de como montar a estrutura da redação do Enem. Pensando nisso, separamos dois super materiais gratuitos que você deve incluir no seu cronograma: um manual de como montar a estrutura da redação do Enem e um “raio-X” completíssimo de como alcançar a nota 1000!

Ainda assim, conhecer a parte técnica não basta – não para um texto argumentativo dissertativo. Nesse sentido, para arrasar na redação, também é preciso estar atualizado sobre o que acontece à nossa volta, seja no Brasil ou no mundo. Para isso, você pode conferir o nosso Kit de Atualidades, que traz os principais acontecimentos e notícias, sobre diversos temas, que podem ser cobrados na prova.

Ufa! É muita coisa para assimilar… Porém, agora você já sabe quais recursos vão te ajudar nessa jornada. Mas, se você quiser intensificar ainda mais os seus estudos nesses 2 meses, crie um cronograma gratuitamente no Planejativo e estude de forma ativa, seguindo uma metodologia única, feita somente para você!

Mais conteúdo sobre o ENEM

Corrigir simulados pode aumentar o seu desempenho no Enem

Um dos segredos para se dar bem no Enem e aumentar o seu desempenho é corrigir simulados e analisar os seus erros. Assim, essa é uma das estratégias que pode aumentar a sua nota e por essa razão, vamos te explicar agora como aplicá-la em sua rotina de estudos!

Estudar para o Enem em 2 meses: saiba o que priorizar

É possível estudar para o Enem em 2 meses e ainda conseguir a aprovação? Apesar do tempo limitado, é possível recuperar as horas perdidas e ainda garantir uma boa nota, mesmo começando da reta final. Duvida disso? Pois a gente te mostra como aqui, neste artigo!

Possíveis temas para redação do Enem 2022: 7 dicas atuais

Tentar descobrir quais os possíveis temas para redação do Enem 2022 é uma das coisas que “tira o juízo” de muitos estudantes. Mas, por mais que não tenhamos uma bola de cristal que mostre qual será o tema deste ano, é possível ficar bem preparado e não ser pego de surpresa! Quer saber como? Continue com aqui e veja quais os assuntos têm chances de figurarem na redação!